Arquivo de etiquetas: Cristianismo

O Pós-Monoteísmo Cristão

NO LONGO discurso evolutivo do cristianismo, a baliza de criatividade poética foi sendo articuladamente reduzida, estreitando-se os conceitos em prol de uma prática ideológica. A supervalorização do monoteísmo como caraterização de fenomenologia religiosa surgiu muito mais como arma de contraposição face aos politeísmos mesopotâmicos, estes últimos amplamente caricaturados no discurso Bíblico, os “Baals” e as “Astartés”. Essa caricaturização teve muito de estratégia concorrencial num dado contexto histórico-geográfico, a tal ponto que ao longo da mitografia cristã os politeísmos regionais foram sendo colocados, sucessivamente, em causa, em contraponto com o monoteísmo resplandecente cristão.

TODAVIA, o próprio decurso da história haveria de se encarregar de recolar as peças nos seus respetivos lugares, ao conferir credibilidade, historicidade e alto valor cultural aos politeísmos outrora ridicularizados sob a mais pura lógica concorrencial de mercado religioso. Ao mesmo, à medida que se vai limpando de preconceitos o conceito de politeísmo (agora despedido das velhas prisões conceptuais que o empurraram para o primitivo e atrasado), a própria análise metódica da fenomenologia cristã vai permitindo compreender que o monoteísmo cristão tem muito de orientação ideológica e menos de veracidade teológica. Por esse motivo, é possível falarmos num verdadeiro cristianismo pós-monoteísta, vinculado no alto valor da Trindade Pai, Filho e Espírito Santo, muito mais próximo das concepções politeístas do que monoteístas. É este o verdadeiro discurso teológico que importa revisitar.

Cite this article as: João Ferreira Dias, "O Pós-Monoteísmo Cristão," in Adarrum , Agosto 26, 2013, http://jfdias.hypotheses.org/80.