Arquivo da categoria: Papers

Excerto de Paper para breve:

Em meio ao processo em curso, que não poderemos deixar de pensar como marcado pelo ‘trauma cultural’ porquanto o desenraizamento associado à emigração forçada pela escravatura não pode deixar de ser caracterizada como traumática, importa relembrar que qualquer transformação identitária é uma resposta a um estímulo externo e, desse modo, resulta numa seleção de produtos culturais em função da praxis grupal e individual. Não obstante, reconhecendo que as tradições são mecanismos que pretendem dar sentido ao coletivo e, dessa forma, exercem uma função vital em termos de ordenamento social e garante de selfness, estas tendem a ser produtos de um momento histórico, surgindo como ‘invenções’ (HOBSBAWM e RANGER, 1992) por meio de narrativas dispersas, factos isolados, apropriações de elementos que se esvaziam dos seus referenciais de origem e, ao mesmo tempo, reorganizadas (e não raras vezes territorializadas) a fim de constituírem um novo campo semântico com todo um novo manual simbólico em função do grupo.